quinta-feira, 31 de julho de 2014

Filha é embalsamado e usada como manequim no México

Filha é embalsamado e usada como manequim no México


Um manequim de uma loja de vestidos de noiva em Chihuahua, no México, intriga moradores há 75 anos. A lenda é que o dono do estabelecimento teria embalsamado o corpo da filha, que, segundo informações do site Viral Nova, morreu após ser picada por uma aranha viúva-negra no dia de seu casamento.

Por muito tempo o pai da jovem não negou a história, que foi veiculada por diversos jornais e veio à tona novamente através de sites e blogs.
De acordo com um texto do antigo site da boutique, a "noiva cadáver", na verdade, trata-se de uma boneca de cera, confeccionada pela antiga dona, Pascualita Esparza Perales Perez, morta em 1967, que inspirou o nome da estátua, La Pascualita.


Mesmo com o esclarecimento, por causa dos detalhes – pele rosada, cabelo humano e cílios naturais –, a lenda persiste. Além disso, a loja ainda continua fazendo alguns rituais para manter o mito: quando é necessário fazer a troca do vestido de Pascualita, os funcionários cobrem a vitrine onde a boneca está exposta, para que ninguém a veja nua.

Outras lendas cercam o manequim: moradores atribuem milagres à boneca, que também teria salvado uma mulher de um tiroteio.
Segundo depoimento do museólogo e taxidermista Emerson Boaventura ao site da revista Superinteressante, o processo de embalsamento, mesmo com as tecnologias dos dias atuais, deixa a pele tratada para "durar para sempre" com um aspecto emborrachado. O especialista explica que, ao contrário do que acontece com o processo feito em animais, a incisão feita para retirar a pele do corpo em humanos fica aparente. Em bichos com bastante pelo, a costura fica escondida.

Fonte: Bol

Nenhum comentário:

BASTA ACREDITAR - PODE TER SIDO VERDADE......

OBJETO TERIA SIDO VISTO EM SANTA CRUZ DO SUL



Os simpatizantes do movimento ufológico em Santa Cruz do Sul estão intrigados. Tudo porque no último domingo teria ocorrido um dos eventos que eles tanto esperam e têm como objetivo presenciar: a aparição de um objeto voador não-identificado (Ovni). O episódio teria sido presenciado e registrado pelo coordenador do Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz (Neus), Rafael Amorim.

Font: jansle@gazetadosul.com

OUTROS PAISES